Cadastre seu e-mail para fazer o download:

X FECHAR

Cadastre seu e-mail para fazer o download:

X FECHAR

3 sinais para identificar ansiedade na infância – Tonia Casarin

Todos nós experimentamos ansiedade em algum momento da vida — inclusive as crianças. E você sabia que a ansiedade na infância pode ser até útil, se administrada da melhor maneira? Estar ansioso é sentir-se inquieto, nervoso ou temer algo. Atualmente, com tantos estímulos, a ansiedade passou a ser comum nas crianças, ainda que pequenas.

Os desenhos animados, por exemplo, que antes tinham 24 imagens por segundo, atualmente têm 60 imagens por segundo. Isso aumenta a fluidez dos movimentos da animação, mas também a rapidez que as crianças precisam para acompanhar.

Mas como saber se meu filho sofre de ansiedade na infâncias? Vou citar alguns sintomas para você identificar se ele está passando por isso.

A ansiedade na infância pode prejudicar o desenvolvimento da criança.

Ansiedade na infância: como saber se seu filho sofre desse problema

Veja como identificar os primeiros sinais de ansiedade:

1. Saiba diferenciar birra e ansiedade

Você se lembra do monstrinho do medo?

Ele e a ansiedade andam lado a lado. Às vezes, o pequeno pode ter ataques de birra e teimosia. Mas será que não é um sintoma de ansiedade na infância? É importante ficar atento aos sinais, mas sempre levando em consideração a idade e a fase que a criança está passando.

Por exemplo, se seu filho é tímido, ou faz birra, pode ser somente uma fase do desenvolvimento da criança. Porém, se em todas as situações ele age assim, pode ser um sinal de ansiedade.

2. Repare se ele está se “infantilizando”

E, como sintomas, não temos somente a timidez ou a birra, muitas vezes nossos filhos tem uma determinada idade, mas agem como se fossem muito mais novos. É como se estivessem retrocedendo. Alguém se identifica com essa situação?

Xixi nas calças é um exemplo simples que pode ser notado facilmente. Crianças mais velhas que você achava que não precisava mais se preocupar com isso, mas que voltam a urinar enquanto dormem ou na escola.

3. Note sinais de nervosismo

Roer unhas, ter dificuldade para dormir, chorar muito também são sintomas que acabam traduzindo o sentimento ansioso em comportamento. Não é porque seu filho chora que ele está ansioso, mas quando as lágrimas se tornam um hábito, é hora de se preocupar.

Para diagnóstico, e necessário a observação da recorrência dos sintomas. E como disse, sempre levando em consideração a idade e fase de nossos pequenos. 

Quando a ansiedade na infância se torna um problema?

Quando a ansiedade domina a criança ou  vira algo que impossibilita a rotina e o cotidiano, é momento de se preocupar e, principalmente, de intervir. 

Ajude o pequeno a passar por essa dificuldade. Demonstre apoio, acolha sua emoção e mostre que você está ao lado dele. Se essa ansiedade na infância não passar, busque ajuda de um terapeuta especializado.

Não deixe a ansiedade na infância se tornar um problema maior.

Como você viu, a ansiedade na infância é algo comum e tem sinais bem claros. O importante é que você se mostre ativamente ao lado da criança, com demonstrações de afeto e amor. E, claro, conte com a ajuda de um psicólogo infantil caso haja necessidade.

Um dos melhores remédios para prevenir a ansiedade infantil e não deixar que ela atinja um estágio de os pais terem que buscar ajuda especializada é trabalhando as competências socioemocionais em casa. Estimule os pequenos a desenvolverem a consciência emocional e estratégias eficazes de lidar com emoções desagradáveis. Aprenda mais no meu curso online Emoções em Família

Você ainda tem alguma dúvida sobre o assunto? Clique neste link para entender mais sobre ansiedade na infância.

Nenhum comentário.

Deixe um comentário!

WordPress Image Lightbox Plugin