Cadastre seu e-mail para fazer o download:

X FECHAR

Cadastre seu e-mail para fazer o download:

X FECHAR

Vamos conversar: o que é ser criança nos dias de hoje?

A infância é uma fase tão encantadora, mas que com o passar dos anos tem sofrido várias transformações. Muitas vezes você, pai/mãe, deve se perguntar: o que é ser criança? Em homenagem ao mês dos pequenos, propomos a você neste conteúdo uma reflexão sobre o assunto. Vamos juntos!

Pense na situação onde uma mãe passa meses com o bebê na barriga e o pai acompanha cheio de ansiedade a gravidez. Durante esse tempo, vocês já pensam em oferecer o melhor ao pequeno, é claro! Quando ele nasce e se desenvolve, é muito importante proporcionar ao seu filho experiências acerca do real significado de o que é ser criança

Antes de educar, é preciso ter em mente a essência por trás das necessidades desse momento. A infância é o período de experimentar, conhecer o mundo, enxergar-se nele e criar suas particularidades. É uma etapa de inúmeros aprendizados - tanto para os pais quanto para os pequenos!

Primeiramente, vamos contextualizar o que é ser criança relembrando como era nos tempos atrás. Acompanhe! 

O que é ser criança no século 21?

No mundo de hoje, a família pode deixar que as crianças assumam o papel de protagonistas. Se antes elas eram vistas como totalmente submissas aos pais, agora elas adquirem opiniões próprias e personalidade. 

Educar de forma superprotetora e controladora, ao invés de desenvolver seu pequeno, você diminui a capacidade de autonomia dele, consequentemente de aprendizagem. 

Atualmente, o fácil acesso à internet e a difusão das informações tornaram as crianças muito mais  inteligentes, capazes de entender e refletirem sobre coisas que antes elas não saberiam.  

Diante disso, desenvolver o autoconhecimento das crianças é o primeiro passo. Mas como? Explorando e aprimorando suas emoções, por meio da inteligência socioemocional. Tal aprendizagem auxilia aos pequenos viverem o presente com mais qualidade e a se tornarem adultos felizes e realizados.

A partir de agora, você vai entender por que manter a verdadeira essência de o que é ser criança. Continue lendo! 

Deixe que o pequeno seja autêntico!

Você, pai/mãe. Relembre a sua infância agora. O que sente? Apostamos que o sentimento é de um lugar incrível do qual nunca queríamos ter saído. 

Primeiro de tudo, autenticidade é uma das grandes palavras-chave sobre o que é ser criança. Apesar de estar sob a responsabilidade dos pais, como falamos anteriormente, ser criança não significa total submissão às vontades da família. 

Cada pequeno é único e tem o direito de se descobrir individualmente. Deve existir a obediência, é claro, mas de uma forma que colabore com seu bem-estar e desenvolvimento, não apenas uma vida baseada em regras. Cada criança tem o direito de ser ela mesma!

O que é ser criança? Deixe que o pequeno seja autêntico!

Atenção à inversão de papéis 

Você provavelmente conhece alguma família que a criança desempenha papel de adulto. Brincar, estudar, fazer amigos, receber o amor da família são imprescindíveis na vida de qualquer criança. 

No entanto, infelizmente é com existir lares onde a filha de cinco anos cuida da irmãzinha de 2, para que a mãe vá trabalhar. Outra situação é quando a criança opina sobre problemas conjugais dos pais. Esses são apenas alguns dos exemplos, mas existem muitos outros papéis que não competem à idade, bem como ao nível de preparo psicológico de uma criança. 

Mesmo que o pequeno seja bem-comportado - e maduro, na medida do possível -, ele não deve assumir pesos que cabem apenas aos adultos. 

Diga não à adultização infantil! 

Outro alerta aos pais é sobre pular etapas e, consequentemente, a adultização infantil. As crianças imitam os pais, são espelhos, refletem atitudes. Porém, atenção: não é recomendado dizer para seus filhos que eles podem namorar. 

O incentivo vindo dos pais ao namoro entre crianças faz com que etapas sejam puladas ou, ainda, no pior dos cenários, sejam expostas a coisas ruins sem que elas sequer desconfiem, tornando-se vulneráveis. 

Inclusive, em 2017, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) fez uma publicação em sua página do Facebook com o objetivo de chamar atenção sobre a sexualização da infância, com o tema “Criança Não Namora”. A publicação já alcançou mais de 11 milhões de pessoas e foi uma das mais efetivas do órgão, em rede social.

Incentive o pequeno a brincar ao ar livre

O que é ser criança? Certamente a resposta está diretamente ligada à natureza! É preciso incentivar que seu pequeno vivencie o mundo, como por exemplo brincar ao ar livre

Criança precisa se expressar

Já parou para imaginar como é ruim você tentar expressar algum desconforto, e ninguém entende? Quando pensamos em o que é ser criança, lembramos das famosas “birras”, que nada mais são que uma maneira dos pequenos se expressarem. 

A emoção é um conjunto de respostas do nosso organismo a um estímulo externo. É muito importante entendermos o que se passa na cabecinha dos pequenos, sempre com o intuito de desenvolvê-los para melhor. 

Lembre-se: todas as emoções, sejam agradáveis, sejam desagradáveis, têm papel fundamental no crescimento dos pequenos e também do nosso!
E já que estamos falando de formas de se expressar, o curso Emoções em Família, elaborado por Tonia Casarin, é uma excelente opção para entender melhor sobre o universo infantil e como aprimorar cada vez mais o sentido de o que é ser criança. Clique aqui e inscreva-se!

Nenhum comentário.

Deixe um comentário!

WordPress Image Lightbox Plugin