Cadastre seu e-mail para fazer o download:

X FECHAR

Cadastre seu e-mail para fazer o download:

X FECHAR

O papel do professor e o ambiente seguro para os alunos – Tonia Casarin

Você sabia que um dos fatores essenciais para o desenvolvimento das crianças é o ambiente em que elas vivem? No entanto, quando ouvimos a palavra “ambiente”, geralmente pensamos em estruturas abstratas ou físicas.

Porém, ao ampliar o escopo da palavra e nos apropriarmos dela como conceito, podemos observar a incorporação de outros elementos e a importância do papel do professor que, juntos, auxiliarão na construção de um ambiente de desenvolvimento socioemocional.

Portanto, qual a importância do professor em transformar a sala de aula em um ambiente seguro para os alunos? E o que seria um “ambiente seguro”?

É o que você descobre neste post.

Qual o papel do professor na criação de um ambiente seguro para as crianças?

Do desdobramento do conceito de ambiente, é possível destacar o ambiente de interação e relacionamento com as crianças, principalmente em momentos de estresse.

O cuidado em construir um espaço propício ao desenvolvimento das competências emocionais e sociais influencia não somente a forma de ensinar, mas também a absorção desse aprendizado pelas crianças. O objetivo é que os pequenos possam desenvolver competências que as ajudem a cuidar de si e do próximo.

Em tal contexto, o papel do professor é ultrapassar a barreira de agente educador e utilizar a roupagem de aglutinador de competências. Portanto, cabe a ele adotar estratégias que auxiliem os alunos a desenvolver o sentimento de pertencimento ao ambiente escolar. A sensação de fazer parte, de inclusão, de estar vinculado ao ambiente, é fundamental para o desenvolvimento pessoal do aluno. Esse sentimento está diretamente ligado à figura do professor.

O que seria um ambiente seguro para os alunos?

No livro “Helping Children Succeed”, Paul Tough questionou o atual paradigma da educação e abordou a importância de um ambiente estável para a formação das crianças.

Pesquisas mostram que locais hostis causam danos biológicos e psicológicos no desenvolvimento infantil. Essas mudanças podem enfraquecer o desenvolvimento de várias habilidades que, no futuro, auxiliariam as crianças a regular suas emoções e seus pensamentos.

Assim, o papel do professor é trabalhar no desenvolvimento de competências socioemocionais e o acolhimento. Esses fatores são fundamentais para desenvolver a cultura escolar como um todo e direcionar como as relações na escola se estabelecem. Por último, um dos pontos mais importantes, que na rotina da sala de aula pode parecer impossível, é a individualização dos alunos.

Mostrar a eles que são importantes, que fazem parte e que pertencem àquele lugar é fundamental na autoestima da  turma Mas, além disso, você deve respeitá-los como sujeitos, em sua individualidade. Cada aluno tem características distintas que, unidas, o transformam em um sujeito único. Também cabe ao professor reconhecer esse aspecto.

Você se interessou pelo assunto? Deseja entender como as emoções podem impactar no aprendizado e qual o papel do professor nesse processo. Conheça a página do curso online Competências Socioemocionais para Educadores.

4 Comentários

  1. Gostaria de mais informações !
  2. Quero conhecer o assunto email gildagiovanoni@gmail.com

Deixe um comentário!

WordPress Image Lightbox Plugin