Os americanos possuem um ritual no final do ano conhecido como Thanksgiving, ou seja, Dia de Ação de Graças. Foi comemorada na última quinta-feira, dia 26/11/2020. Nós, brasileiros, também temos essa data comemorativa, porém, o ritual nos EUA é muito diferente do que costumamos praticar. Atualmente, famílias e amigos se reúnem para celebrar, geralmente um jantar coletivo, com um prato com peru, como nós brasileiros fazemos no Natal.

A data originou-se como um dia de agradecimento e sacrifício pela bênção da colheita e do ano anterior. Hoje, é celebrado como uma forma de agradecer. Por mais que a palavra gratidão esteja na moda e é uma das hashtags mais postadas nas mídias sociais, existem benefícios comprovados cientificamente na prática da gratidão. Compartilho aqui com vocês, 7 benefícios científicos da gratidão:

1 – A gratidão convida novos relacionamentos. Dizer “obrigado” é um sinal de boa educação,  mas também é uma forma de mostrar apreço. E isso pode ajudar a fazer novos amigos, de conforme estudo de 2014 publicado na Emotion. Agradecer a um novo conhecido torna as pessoas mais propensos a buscar um relacionamento contínuo. Portanto, agradecer um estranho, enviar um cartão de agradecimento, ou reconhecer contribuições de pessoas pode levar a novas oportunidades. Além disso, sabemos que relacionamentos estão relacionados a nossa sensação de felicidade.

2 – A gratidão melhora a saúde física. Pessoas gratas sentem menos dores e relatam que se sentem mais saudáveis do que outras pessoas, de acordo com um estudo de 2012 publicado na revista Personality and Individual Differences. Essas pessoas gratas também cuidem mais da saúde, se exercitam com mais frequência e têm maior probabilidade de comparecer a consultas médicas regulares, o que provavelmente contribuirá para uma maior longevidade.

3 – A gratidão melhora a saúde mental e psicológica. A gratidão reduz uma infinidade de emoções consideradas tóxicas, como a inveja e o ressentimento, a frustração e o arrependimento. Robert Emmons, um importante pesquisador de gratidão, conduziu vários estudos sobre a ligação entre gratidão e bem-estar. Sua pesquisa confirma que a gratidão aumenta efetivamente a felicidade e reduz a depressão.

4 – A gratidão aumenta a empatia e reduz a agressividade. Pessoas gratas são mais propensas a se comportar de maneira pró-social, mesmo quando os outros se comportam de forma menos gentil, de acordo com um estudo de 2012 da Universidade de Kentucky. Sabemos como isso é difícil, não é? Os participantes do estudo com classificação mais alta nas escalas de gratidão eram menos propensos a retaliar os outros, mesmo quando recebiam feedback negativo. Eles demonstravam mais sensibilidade e empatia para com outras pessoas e menos vontade de se vingar. 

5 – Pessoas gratas dormem melhor. Escrever em um jornal de gratidão melhora o sono, de acordo com um estudo de 2011 publicado na revista Applied Psychology: Health and Well-Being. Em apenas 15 minutos anotando alguns sentimentos de gratidão antes de dormir, e você poderá dormir melhor e por mais tempo. Eu ganhei um jornalzinho da gratidão e escrevo toda manhã e toda noite nele. Virou uma hábito e rotina que gosto muito de praticar.

6 – A gratidão melhora a auto-estima. Um estudo de 2014 publicado no Journal of Applied Sport Psychology descobriu que a gratidão aumentou a autoestima dos atletas, um componente essencial para um maior desempenho. Outros estudos mostraram que a gratidão reduz as comparações sociais, que podem ser prejudiciais para sua auto-estima. Em vez de experimentar ressentimento, as pessoas gratas são capazes de apreciar as realizações de outras pessoas. Na era das mídias sociais e dos posts perfeitos, gratidão parece um antídoto contra a baixa auto-estima.

7 – A gratidão aumenta a força mental. Pesquisas mostraram que a gratidão não só reduz o estresse, mas também pode desempenhar um papel importante na superação de traumas. Um estudo de 2006 publicado na Behavior Research and Therapy descobriu que veteranos da Guerra do Vietnã com níveis mais altos de gratidão experimentaram taxas mais baixas de transtorno de estresse pós-traumático. Um estudo de 2003 publicado no Journal of Personality and Social Psychology descobriu que a gratidão foi um grande contribuinte para a resiliência após os ataques terroristas de 11 de setembro. Reconhecer tudo pelo que você tem que ser grato – mesmo nos piores momentos – estimula a resiliência.

Praticar a gratidão diariamente tem inúmeros benefícios para sua vida. Incorpore a gratidão na sua vida e faça dela mais do que uma #hashtag.