Primeiro dia de aula: como encará-lo? – Tonia Casarin

Aquela sensação de frio na barriga ou coração batendo forte são características marcantes do primeiro dia de aula! Um misto de sentimentos faz com que pais e filhos fiquem ansiosos, curiosos, tensos, empolgados e muitas vezes inseguros. Uma verdadeira mistura de monstrinhos na barriga.

A expectativa de quem serão os novos amigos, os professores, a sala nova, a incerteza de saber se vai ser bem recebido ou não são alguns dos pensamentos recorrentes nesse dia. E quando a escola é nova, os monstrinhos ficam mais agitados! Mas, como fazer para tranquilizá-los?

Não deixe que o nervosismo da criança (nem o seu) a paralise. Você tem dúvidas de como impedir que isso aconteça?

Vou dar algumas dicas para vocês!

Crianças reunidas para o primeiro dia de aula.

Primeiro dia de aula: como auxiliar para que tudo dê certo?

1. Incentive a criança

É fundamental motivar a criança e explicar a ela que a escola é um lugar legal e seguro, onde ela vai brincar e encontrar vários amigos. Em vez de dar longas explicações, seja breve para não deixá-la ansiosa. 

Também é legal quando os pais contam histórias de como foi o seu primeiro dia de aula para estimular uma conexão com os pequenos e a curiosidade de como será o deles.

 

2. Passe segurança

A criança que percebe o sofrimento e a insegurança dos pais vai ter dificuldade pra se separar e se adaptar ao novo ambiente. É fundamental que os pais se tranquilizem e expliquem que o processo de ir à escola é comum para todas as crianças assim como acontece com os adultos, que vão ao trabalho diariamente. Além disso, é legal sempre reforçar o prazer proporcionado pelas brincadeiras e aprendizados. E lembre à criança que mais tarde vocês estarão juntos em breve novamente.

 

3. Faça uma despedida segura e sincera

Tente não sair sem se despedir da criança. Fugir sem que ela perceba, então, nem pensar! Isso pode gerar um conflito emocional muito forte no pequeno, além de enfraquecer o laço de confiança entre vocês.

 Outro detalhe importante é que a criança deve ser levada “caminhando” e entregue ao responsável da escola, pois é sempre mais difícil sair do colo de alguém conhecido. Além disso, andar com as próprias perninhas pode deixá-la mais segura.

E no final, não se esqueça de comentar que está deixando-a na escola, mas que logo mais voltará para buscá-la.

 

4. Tenha paciência

O início das aulas é uma fase rica e ao mesmo tempo tumultuada. A adaptação da criança a um ambiente novo requer tranquilidade. Afinal, toda mudança exige tempo e ter paciência é fundamental para encarar essa nova fase de adaptação.

Menino indo para o seu primeiro dia de aula.

Se para um adulto já é complicado encarar uma mudança de rotina muito drástica, para a criança também pode ser. Então, tenha paciência. Não deixe a criança faltar, mas sempre explique a ela, de forma segura, como a escola é um local para brincar na hora certa e conquistar novos amigos.

Você também pode aproveitar os livros Tenho Monstros na Barriga e Tenho mais Monstros na Barriga, para entender de forma lúdica as emoções que as crianças estão sentindo nesse período e ajudá-las de forma mais construtiva.

O primeiro dia de aula é um evento muito importante na vida de uma criança, pois é o primeiro passo rumo à independência em relação aos pais. É a construção de um espaço próprio, que marcará os próximos anos de sua vida. Portanto, comemore essa data com seu filho e faça desse dia uma memória feliz que fique marcado para sempre. 

Como você encarou o primeiro dia de aula do seu filho? Deixe seu comentário no post!

Posts relacionados

Profissionais

O Futuro é Plural

O Vale do Silício é frequentemente citado como “a capital mundial da tecnologia”, um lugar que é símbolo do futuro e da inovação. Em grande parte, é daqui que surgem as maiores disrupções da tecnologia

Leia mais...